Origem

Jesualdo Pires Ferreira Junior, paulista de Presidente Prudente, nascido em 23 de Abril de 1959, filho de Jesualdo Pires Ferreira, militar da PM de São Paulo e Maria de Lourdes Pires Ferreira, funcionária aposentada da Secretaria de Fazenda do Estado de São Paulo e professora. Casado com Lilian Luizari Pires, é pai de Victor, Arthur e Beatriz Luizari Pires.

1959

Sonho

Desde muito jovem tinha o sonho de estudar Engenharia Civil e a época haviam poucas faculdades no Brasil, em São Paulo existiam apenas 5 faculdades de engenharia e o vestibular se resumia ao MAPOFEI, onde eram selecionados os alunos para a Mauá, a Politécnica da USP e a FEI.

1977

Determinação

Determinado, Jesualdo ingressou na Escola de Engenharia Mauá, considerada uma referência em escola tecnológica de engenharia, em 1977 e se formou em 1981. Dois anos após a conclusão do curso superior e, já atuando numa das maiores empresas de engenharia do Brasil, a Camargo Correia, decidiu deixar São Paulo e ir para Rondônia, um Estado que estava em franco desenvolvimento e com muitas oportunidades. A ideia soou como fantasiosa e muitos disseram que não daria certo. No entanto, a história da Família Pires no Estado teve início exatamente com essa ideia empreendedora.

1977 - 1981

Chegada em Rondônia

Desembarcou em Rondônia, no ano de 1983, na cidade de Ji-Paraná, onde estruturou uma das primeiras empresas de engenharia civil de Ji-Paraná, a Engeral Engenharia, que hoje está no mercado há mais de 30 anos. A solidez da marca Engeral edificou construções em várias cidades do Estado.

1983

Teve ações e serviços relevantes prestados à sociedade rondoniense atuando junto ao Rotary Club e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). As atuações em prol de diversas instituições filantrópicas e o sucesso como empresário, oportunizaram a Jesualdo Pires entrar para política.

Vida Pública

Jesualdo Pires lançou-se como candidato nas eleições de 2006, com uma proposta de moralidade, transparência e ética na política. Devido suas convicções em prol de ações políticas voltadas à coletividade, Jesualdo abdicou-se de sua atividade empresarial de mais de 30 anos em Rondônia.

2006

Deputado Estadual

Foi eleito deputado estadual como uma das votações mais expressivas nas eleições daquele ano, mais de 12 mil votos. Na Assembleia seu passado ilibado foi prontamente reconhecido e os demais deputados, conduziram Jesualdo a ocupar o cargo de Primeiro Secretário da Mesa Diretora da Casa de Leis Estadual por dois mandatos, tendo como sua principal responsabilidade gerir o orçamento do Poder Legislativo.

2006

Transparência

A responsabilidade que parecia ser imensa, logo deu lugar a um novo modelo de gestão e a Assembleia Legislativa de Rondônia torna-se destaque nacional por devolver aos cofres do Governo do Estado uma economia de mais de 80 milhões de Reais. Recursos que puderam ser investidos em obras estruturantes como a ponte do Anel Viário em Ji-Paraná, o hospital Regional em Cacoal e aquisição de diversas máquinas e equipamentos agrícolas destinadas aos produtores rurais. Jesualdo consegue dar corpo a uma nova forma de fazer política e devolve ao Legislativo do Estado a credibilidade junto à sociedade rondoniense.

2006 - 2010

Reconhecimento

Em 2010 foi reeleito deputado estadual com a maior votação entre os candidatos do interior de Rondônia. Foram 18.358 votos, a terceira maior votação do Estado. Jesualdo Pires é considerado um dos mais atuantes da Assembleia Legislativa, com atividade parlamentar reconhecida em todo Estado. Foi relator do Orçamento do Estado duas vezes; Liderou a CPI do Leite que resultou no modelo do Conseleite-RO, que foi implantado com o aval de todos os segmentos da cadeia produtiva do leite; autor de várias leis importantes como a que oficializou o dia 4 de janeiro como Data Magna para o Estado de Rondônia, a Lei que obriga as escolas estaduais inserir o índice do IDEB nas suas fachadas, a Lei que proibiu o uso de animais em espetáculos circenses e congêneres e a lei que isentou taxas para emissão de documentos em casos de furto e roubo.

2010

Prefeito de Ji-Paraná

Em 2012, Jesualdo coloca sua experiência política para apreciação da população de seu município, concorrendo ao cargo de prefeito de Ji-Paraná, apresentando uma proposta de reestruturação da cidade, eficiência na gestão pública, austeridade nos gastos e transparência nos investimentos. Foi eleito com 74% dos votos.

2012

Inovação na política

Em seu primeiro mandato atacou problemas estruturais da cidade, conseguindo realizar investimentos vultosos em infraestrutura urbana, saúde e educação. Implantou uma política de atração de novos investidores para cidade, melhorando os índices de emprego e renda da população. A educação do município alcançou resultados surpreendentes e hoje está entre as melhores do Brasil, apresentando as notas mais altas na avaliação do Ideb e com o título de Excelência em Educação, prêmio outorgado pelo Instituto Ayrton Senna para apenas 10 municípios brasileiros.

2012 - 2016

Eficiência

Sua atuação como administrador público é referência junto aos prefeitos rondonienses. Em sua gestão, Ji-Paraná obteve nota máxima em transparência e aplicação dos recursos públicos na avaliação da Controladoria Geral da União (CGU); obteve nota 9,6, liderando o ranking de transparência realizado pelo Ministério Público Federal; atingiu o melhor índice Firjan da cidade, tirando Ji-Paraná da posição 1.438º para a 30ª posição em quesitos de eficiência e qualidade na aplicação dos recursos públicos.

2012 - 2016

Reeleito

Os números de sua administração atestaram a Jesualdo uma aprovação inédita no município, foi reeleito com mais de 70% dos votos válidos, sendo conduzido ao Segundo mandato de Prefeito para os anos de 2017 a 2020.

2016
Propaganda eleitoral gratuita Lei nº 9.504/97 - Coligação: JUNTOS POR UM NOVO TEMPO PARA RONDÔNIA - PDT - PSB - PP - PR - SD - PTB - PSDC - PT - PTC CNPJ - 31.176.705/0001-98